Tv Islamismo No Brasil NOVO















Estamos com 5Hs e 10 minutos de video na nossa tv, contanto toda a verdade....

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Egípcios habilitam frigoríficos no Brasil

Veterinários do Ministério da Agricultura do Egito vistoriam 24 unidades de abate de bovinos para habilitação ou renovação da permissão para exportar ao país. Visitas ocorrem em oito estados.
Aurea Santos
aurea.santos@anba.com.br
São Paulo – O Ministério da Agricultura do Egito enviou dois veterinários ao Brasil para fazer a habilitação de novos frigoríficos e renovar a habilitação de unidades que já exportam carne bovina ao país árabe. Os profissionais começaram a trabalhar esta semana e ficam por aqui até o final de setembro.
Ahmed Abdul Moaty e Abu El Hassam Mahmoud El Aziz irão visitar 24 frigoríficos nos estados do Mato Grosso, Pará, Goiás, São Paulo, Acre, Amapá, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
Nesta quarta-feira (24), os veterinários se encontraram com Nazareth Araújo, governadora em exercício do Acre. Eles anunciaram a aprovação das instalações do Frigorífico Santo Afonso do Acre (Frisacre) para exportar ao Egito. A expectativa é que a empresa comece a vender carne ao país árabe a partir de outubro.
“A visita dura um dia. Eles olham a documentação e visitam as instalações [do frigorífico]. Há duas coisas que são focos da visita: o processo de abate halal e o processo de congelamento e estocagem. Isso é muito importante. Eles acompanham desde a entrada do boi no frigorífico até o processo de estocagem”, explica Bassim El Zoghbi, diretor do setor halal da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras), entidade que coordena a Central Islâmica Brasileira de Alimentos Halal (Cibal-Halal).
No caso da carne bovina, a certificação halal atesta que o animal foi abatido de acordo com a sharia, a lei muçulmana. A certificação halal é obrigatória para que alimentos como carne bovina e de frango possam ser exportados a países muçulmanos.
A Cibal-Halal coordena e acompanha a visita dos veterinários egípcios, já que a habilitação que permite a venda da carne do Brasil ao país árabe é emitida em nome da entidade.
“Eles (os veterinários) levam o processo para o Egito, fazem um relatório e entregam para o governo, indicando quais plantas estão habilitadas”, conta Zoghbi sobre o funcionamento do processo. “Até hoje, somente uma ou duas (plantas) foram reprovadas”, diz.
De acordo com Zoghbi, o Egito costuma mandar duas ou até mais missões por ano ao Brasil para novas habilitações e renovações de habilitação nos frigoríficos nacionais. Atualmente, o Brasil tem 132 plantas habilitadas para exportar carne bovina ao Egito.
Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), o Egito ficou na segunda posição entre os principais importadores de carne bovina do Brasil no mês passado, com compras de US$ 57,8 milhões. No acumulado de janeiro a julho, o país está na terceira colocação, com US$ 399 milhões em aquisições.

fonte http://www.anba.com.br/noticia/21872430/agronegocio/egipcios-habilitam-frigorificos-no-brasil/

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário